RSS

Espelho d’Alma

05 Jan
Apego-me a detalhes, ao pequeno do já minúsculo, ao nada que para outros já foi tudo… Sou de extremos também… não devia, eu sei… mas não sei ser de outra forma… não sei, ou não quero?… ou então, não posso!…
Guardo cada impressão por menor que seja… cada palavra, cada gesto, cada lapso facial… mesmo as tensões labiais. É mais forte que eu, não consigo controlar… julgo ver, por vezes, para lá do que os meus olhos alcançam… ou será que sonho quando penso que vejo?
Sustenho o meu sopro e respiro aliviada ao passar por dentro de mim, sem vislumbrar, contornando os meus hábitos que incomodam o meu ser… fujo de mim quando me aproximo do meu encontro.
Aos outros, resta a dura tarefa de tentarem compreender-me… como se isso fosse fácil…
Partilho um punhado de pensamentos meus e insistem em dizer que já me conhecem… obrigam-me a fazer uso da dualidade do meu “eu”… emergem de mim, aquela que quero afogar… e então, é vê-los de olhares sedentos de curiosidade em descobrir mistérios que não existem, que nunca existiram…
Julgam-me pelas minhas vestes, pelo meu jeito de sorrir, pelos meus gostos musicais, literários, … sinto-me tantas e tantas vezes um animal aprisionado naquela que insistem construir como sendo eu…
O facto da minha existência preceder a minha essência, também incomoda. “Mera existencialista medíocre!”, hão-de pensar. Sequer escuto essas vozes que meramente ressoam no pensamento grotesco e doentio daqueles presumidos, que ousam chamar a si a detenção da verdade e da razão, do certo e do errado… no entanto, vozes mudas, impotentes pela ausência de veracidade e idoneidade… ressentidos incapazes de dar voz à sua própria voz…
Estou cansada de ser julgada pelos detalhes, mas não nego que, por vezes, forço uma interpretação e refuto, aos poucos, para deixar, quem se atreve a dizer-se conhecedor das minhas entranhas, num dilema excessivo, numa dúvida ocasionada por pura sagacidade…
Dementes são estes que se prendem a um papel de viverem em torno das suas almejadas vidas… vidas sonhadas mas nunca conquistadas, mutiladas pelo medo de tentar, pelo receio de falhar, pela deplorável hipocrisia…
E eu, quem sou eu? Sou, talvez, alma perdida… sobrevivo na pretidão da noite da existência humana… mas, ouso fazer-me dia… quero, preciso conquistar a minha vida, mesmo que seja só em pensamento…
Guardo cada gota desta fonte inesgotável que brota dentro de mim, para continuar a viver ao meu jeito… Os meus valores são meus… os meus detalhes, as peças do puzzle que sou eu, estão remendadas numa colcha mal costurada no porão da minha alma… que guardo só para mim…
 
2 Comentários

Publicado por em Janeiro 5, 2007 em Carla

 

2 responses to “Espelho d’Alma

  1. Amaral

    Janeiro 8, 2007 at 9:17 pm

    >Que posso eu dizer do teu espelho… do reflexo que vês no teu espelho interior, aquele que reflecte a imagem de ti?…Lembra que todos os teus pensamentos são a tua mente que os fabrica. E todos os teus sentimentos é a tua alma que os contém.Só tu és dona de ti. Algumas pessoas podem conhecer um pouco do teu ego, da tua identidade. Mas poucas serão aquelas que conhecem os teus sentimentos verdadeiros…Os sentimentos são a linguagem da alma.O teu jeito de sorrir pode mudar de cada vez que escolheres quem queres ser, em qualquer momento da tua vida… Nenhum dia é igual a outro! E em cada dia, estarás sempre a procurar um “eu” cada vez melhor, de acordo com a tua sensibilidade, com a tua intuição do ser.O espelho da tua alma jamais te engana!Resta SABERES aquilo que queres para ti, sem dares ouvidos aos demais!…

     
  2. david santos

    Janeiro 8, 2007 at 6:16 pm

    >Olá!Litinha, não é fácil sabermos conduzir as nossas paixões, pois neste caso, estaríamos a ser materialistas. A paixão deve ser uma coisa do “acaso”. Sim. Esta é que é a verdadeira paixão.Mas sou-te muito sincero. Faço votos para que consigas sempre conduzir as tuas. Mas não creio que isso seja muito possível.Parabéns pela ideia e pelo texto.Abraços.

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: