RSS

Carta à minha vida

01 Jan

Não sonhes a tua vida. Vive os teus sonhos!

Aqui estou eu a escrever… Quem sabe estas sejam as minhas últimas palavras…
A minha vida, por vezes, não foi nada do que eu imaginei, algumas vezes nada do que eu queria que fosse, tudo foi mais complicado… assim se caracteriza a minha vida… um sonho convertido em realidade… imbuído, adaptado à realidade palpável…
Gosto de acreditar, acreditar que existe um lugar para onde eu possa fugir quando o meu coração escurece… onde me possa esconder sempre que precise… sempre que a realidade me atormente.
Acredito piamente que a vida é o que fazemos dela, e que o destino é o que fazemos durante a nossa estadia neste lugar. No meu íntimo existem vários deuses, cada um com seu estado de alma… Às vezes não sei quem sou, se sou eles ou se sou eu mesmo, se sou eu quem cria as ilusões… Gosto de pensar que algures existe um mundo perfeito, uma ligação feita união.
Cheguei à conclusão que vivemos rodeados de pilares, colunas vertebrais de uma vida de diferentes ensejos, nascentes, vertentes… Temos algo nosso ao nascer, que carregamos enquanto crescemos e às vezes perdemos pelo caminho… O tempo não pára e eu não tenho muito mais para dar…
Hoje não sou a mesma, mudei… cresci, aprendi, mas não sei se abri os olhos. Se sou feliz? Eu fui feliz, sinto-me feliz e isso basta.
Decidi mudar em lugar de ficar à espera que as coisas mudassem… e consegui viver os meus sonhos!…
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em Janeiro 1, 2008 em Carla

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: