RSS

>Mistérios

04 Jan

>

Não há mistério maior do que o minúsculo. É aí, sob a protecção do invisível, que se dá a explosão do secreto. É no limite, na circunscrição, que dormitam os maiores projectos; o que separa o dentro do fora possibilita a evolução.
Por isso, percebo que é preciso cuidar do que é pequeno…

in ‘Escuta a minha voz’

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em Janeiro 4, 2008 em Susanna Tamaro

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: